Sucesso é fazer o que você não gosta

SUCESSO É FAZER O QUE VOCÊ NÃO GOSTA!

Por Rogério Caldas

“Quanto mais eu faço o que não gosto,

Mais me aproximo dos meus objetivos.”

Rogério Caldas

JÁ OUVI CENTENAS DE VEZES A SEGUINTE RECEITA SOBRE SUCESSO: Sucesso é trabalhar ou fazer aquilo de que você mais gosta! Essa frase traz um pouco de “poesia”. A frase não está incorreta, o erro ou o perigo pode estar na interpretação. Para muitos, essa frase passa uma “falsa sensação” de que basta o ser humano identificar o trabalho que ele mais gostaria de fazer e pronto: ESTÁ TUDO RESOLVIDO! Não haverá sofrimento, sacrifício e renúncia? Estou certo de que haverá sim! Não existe uma só profissão neste planeta que não apresente pontos positivos e negativos. Não existe paraíso. Não existe profissão perfeita, imune a aborrecimentos. O segredo é fazer do limão uma limonada. Renove o namoro com sua profissão. As pessoas precisam para de esperar pelo que nunca vem! Faça sucesso agora. Dê show agora, dê show na sua atual profissão. Não adie o seu sucesso para o futuro, não minta para você mesmo. O futuro é agora. Aterrise, ponha os pés no chão.

RECEITA DE SUCESSO REALISTA:

Sucesso é fazer o que você não gostaria de fazer durante uma boa parte do seu tempo. SUCESSO É FAZER GOSTANDOO O QUE VOCÊ NÃO GOSTA. Mas é para fazer isso o tempo que for necessário. FAÇA O QUE NÃO GOSTA, GOSTANDO, E O SUCESSO VEM COMO QUE POR ENCANTO! Suporte, agüente firme, não desanime, não jogue a toalha, não diga que não pode. No seu íntimo, você sabe que pode. Durante o tempo que for necessário, arranque das tarefas de que você não gosta os recursos necessários para financiar o seu sonho. Aí, você me pergunta: qual é o tempo necessário? Eu respondo: o tempo que for necessário. A descoberta é você quem faz. Cada caso é um caso diferente. Desenvolva o seu poder analítico.

“O segredo do sucesso não é fazer o que se gosta,mas, sim, gostar do que se faz.”

Cecília Meireles – Poeta, escritora

NÃO CONFUNDA: Evidentemente que as pessoas mais felizes vivem fazendo o trabalho de que mais gostam. É claro que você tem que tentar, sempre, fazer o trabalho de que mais gosta, mas, mesmo fazendo o que mais gosta, HAVERÁ MUITAS COISAS QUE VOCÊ TERÁ QUE FAZER SEM GOSTAR. São os espinhos que você terá que pisar no caminho do sucesso. É muito melhor trabalhar no que você gosta, mas fazer o que você mais gosta não elimina a DOR, o sacrifício e a renúncia na perseguição ao sucesso. Sucesso é não querer fazer e ter de fazer! Sucesso é fazer algo no dia e na hora em que você menos gostaria de fazer.

NÃO IMPORTA QUAL SEJA A TAREFA OU O TRABALHO, GOSTE DO QUE ESTÁ FAZENDO PARA, UM DIA, FAZER O QUE GOSTA!

ATENÇÃO: Quando eu digo, no título deste capítulo, que “Quanto mais eu faço o que não gosto, mais me aproximo dos meus objetivos”, estou querendo dizer o seguinte: não se alcança o sucesso fazendo apenas o que se gosta ou o que se quer fazer. Pensar assim é viver na ilusão. É utopia!

Não tenha dúvida: Se você só fizer o que tem vontade de fazer, sem procurar se superar, terá uma vida medíocre e pela metade. Seja realista: Não existe um só ser humano que tenha passado pelo planeta Terra que tenha realizado todos os seus desejos, que tenha realizado todos os seus sonhos e vontades, que tenha feito tudo o que queria fazer, que tenha comprado tudo o que queria comprar, que tenha amado todo mundo que desejou amar, que tenha trabalhado nas empresas em que aspirou trabalhar, que tenha viajado para todos os lugares que quis viajar, que tenha possuído todos os bens materiais que desejou. Não existe esse ser humano. Passaremos pela Terra e deixaremos  muitas coisas inacabadas. Não haverá tempo para tudo!

(…)

O ser humano é livre para FAZER O QUE QUER e também é livre para FAZER O QUE DEVE. A escolha será sempre sua. Arque com as conseqüências.

HÁ DIFERENÇAS ENTRE FAZER O QUE GOSTA E GOSTAR DO QUE FAZ?

Sim, há. Do ponto de vista prático, deixe-me explicar a diferença entre fazer o que gosta e gostar do que faz.

FAZER O QUE GOSTA é a realização do seu sonho, é o seu projeto de vida, é trabalhar com o que você mais se identifica. É a sua real aptidão. É fazer algo com muita paixão, com entusiasmo contagiante, com vibração.

GOSTAR DO QUE FAZ é adaptar-se ao seu trabalho atual, mesmo sem estar apaixonado por ele. É fazer as tarefas sem cara feia, sem reclamações. É ter jogo de cintura para contornar as arestas até chegar ao seu sonho, que é fazer o que você mais gostaria de fazer. O estágio ideal se atinge quando você está fazendo o que gosta e gostando do que faz. Persiga esse ideal!

(…)

MUITO IMPORTANTE: Se você conseguir fazer o que não gosta demonstrando bom humor, imagine-se fazendo o que você mais gosta, aí é show, é paixão, é explosão de alegria, é plenitude. No dia em que você chegar ao seu objetivo e estiver fazendo o que gosta, faça de forma APAIXONADA, vibrante, contagiante, trabalhe de forma arrebatadora, encante todos a sua volta, encante seus clientes, seja um distribuidor de entusiasmo. Trabalhe e viva em constante celebração com o universo, afinal de contas, você não está fazendo o que gosta? Então, VIBRE!

One response to this post.

  1. Sr. Rogério Caldas, muito bom o texto, fantástico,meus parabéns

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 53 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: