A Carta

A CARTA

“Como estás?
Escrevo-te esta carta porque quero dizer-te o quanto me preocupo

contigo e quão grande é o meu desejo de ajudar-te.

Vi-te ontem com teus amigos e pensei que talvez quisesses falar

também a mim. Esperei todo o dia. Ao entardecer, dei-te um lindo pôr-do-sol para

terminar teu dia e uma brisa fresca para teu descanso depois de um dia cansativo e esperei…

Nunca vieste. Sim, claro, doeu-me muito, mas ainda assim te amo e quero ser teu amigo.

Vi-te dormir ontem à noite e quis tocar tua fronte. Enviei raios de lua que cobriram

teu travesseiro e teu rosto para ver se despertavas para falar comigo, mas não!

Continuavas em teu sono. Tenho tantos dons para dar-te.

Pouco depois era tarde e foste apressadamente trabalhar.

Minhas lágrimas misturaram-se à água que caía.

Hoje vejo-te triste, preocupado, só, tão só! Meu coração compreende:

meus amigos também me abandonaram e machucaram, mas eu te amo.

Oh, se ao menos escutasses… Eu te amo! Procuro dizer-te por meio do céu azul

e dos verdes campos. Falo-te aos ouvidos através das folhas das árvores e do odor das flores.

Grito nos riachos entre as montanhas. Dou aos pássaros cantos de amor para ti.

Visto-te com o calor do Sol e perfumo para ti o ar com o aroma da natureza.

Meu amor por ti é mais profundo do que o mar,

porém maior é meu desejo  de falar e caminhar contigo!

Eu sei quão duro é viver nesta terra. Realmente o sei e desejo ajudá-lo

se me deixar somente demonstrá-lo. Quisera que conhecesses o meu Pai.

Ele deseja ajudar-te também. Meu Pai é assim. Logo tu o conhecerás

e o amarás tanto quanto a mim.

Chama-me qualquer hora do dia ou da noite, pois eu nunca durmo e sempre te responderei.

Amo-te, sejas solteiro, casado ou divorciado…

sejas bom ou mau, eu te amo.

Pede-me o que queiras, que se for para o teu benefício eu te darei.

Fala comigo e desabafa tuas angústias e ansiedades que eu sempre tenho tempo para ti.

Por favor, não te esqueças de mim, tenho tanto que partilhar contigo…

quero dar-te tantas coisas…

Já não te incomodarei mais. Sei que tens muito o que fazer.

erdoa-me que te tenha tomado tanto tempo,

mas não podia esperar mais sem deixar-te saber que te amo e que te espero.”

Teu amigo fiel,
Jesus de Nazaré.

(Autor desconhecido) fonte claudyalessamensagens

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: